Terapia ocupacional: momento de interação entre alunos e professores

10 Agosto 2017 10:51:23

A terapia ocupacional promove prevenção e tratamento e reabilitação de pessoas portadoras de alterações cognitivas, afetivas, perceptivas e psicomotoras, decorrentes ou não de distúrbios genéticos.

REDAÇÃO FOLHA REGIONAL
JAGUARUNA APAE.JPG
Foto: REDAÇÃO FOLHA REGIONAL

Ela tem por objetivo ampliar o campo de ação, desempenho, autonomia e participação, estimulando condições de bem-estar.

Em Jaguaruna, a ideia da terapia ocupacional vem dando bastante certo na Escola Novo Mundo - APAE de Jaguaruna, onde os alunos, acompanhados por monitores, realizaram trabalhos de jardinagem e manutenção da horta. “Este ano a Apae está com vários projetos permanentes com objetivo que eles tenham um funcionamento continuado. Um deles é a parte da jardinagem, onde durante todo ano os alunos vão cuidar do jardim. Eles limpam a parte da jardinagem, colocam água e cuidam durante o ano todo, assim a escola fica mais bonita e eles têm uma atividade lúdica que também faz parte do currículo”, explica a coordenadora pedagógica da instituição de ensino, Elisângela da Silva Fernandes. De acordo com Elisângela, a instituição de ensino recebe diversas doações de mudas. “A gente tem recebido mudas de flores de uma floricultura aqui próxima, e também com doações nós compramos outras”.

Outra parte do projeto se trata da manutenção da horta, onde são colhidas diversas hortaliças que são servidas na própria escola. “Na horta eles interagem muito bem. Alguns alunos eram bem agitados, a gente leva para a horta e eles se calmam. É um trabalho bem interessante. Tudo que é plantado também é consumido na Apae”, diz Elisângela, completa falando sobre a comercialização de alguns produtos. “Nós estamos investindo bastante, pois temos a intenção de fazer uma feira agroecológica, pois tudo que a gente planta é livre de agrotóxicos, tudo é cuidado pelos alunos e professores. Nós temos a intenção de vir numa quinta ou sexta-feira no centro e vender alface, cebolinha...”.

Como já é de costume, todos os anos, no período natalino, os alunos criam os enfeites da escola, e este ano não será diferente. “Nós também já estamos preparando a ornamentação. Estamos com a criação de descansos de panelas muito bonitos, que serão presenteados na festa de Natal. A parte de enfeites logo será iniciada também”.

Elizangela lembra que são os alunos que confeccionam os enfeites. “Do início ao fim são somente os alunos que colocam a mão para confeccionar os descansos de panela. Nós, professores, fomos ensinados a fazer, mas a gente já esqueceu e os alunos continuam fazendo. Nós temos um aluno bastante perfeccionista, é ele quem faz e ensina. Na verdade não são os professores que estão ensinando aos alunos, mas ao contrário, nós estamos aprendendo com eles”, destaca a coordenadora pedagógica.

 

 

 

 

Brechó da Apae é sucesso em sua primeira edição

Teve início na terça-feira, 08, a primeira edição do Brechó promovido pela Apae de Jaguaruna, que segue até hoje, quinta-feira, das 09 às 11 horas da manhã, e das 14 às 17 horas. De acordo com a coordenadora pedagógica Elisângela da Silva Fernandes, o montante adquirido com a venda de roupas e calçados será revertido em prol da escola. “Nós estamos com várias obras para fazer na escola. Pretendemos reformar o murro, comprar um aparelhinho de som para cada sala, além de outros materiais... Nós vamos fazer um balanço e ver o que a gente vai conseguir fazer. O valor arrecadado neste brechó será para esta finalidade”.

Estão sendo comercializadas peças no valor de R$ 2,00 e R$ 10,00 e de acordo com Elisângela, a procura está sendo boa. “A gente até se surpreendeu porque no primeiro dia, logo pela manhã, tinha bastante gente esperando o brechó ser aberto. Nós ficamos bem contentes com as pessoas que estão colaborando com a Apae. Esta é a primeira vez que organizamos um brechó e nossa intenção é realizar mais vezes”.

Para a coordenadora pedagógica, o brechó ainda vai mais além, ele contribui para a inserção de alunos no mercado de trabalho. “De manhã nós contamos com os alunos da iniciação ao trabalho. São alunos que a gente treina para o mercado. Este brechó também é um projeto desta turma, eles vão treinando, vendo como funciona o comércio para, possivelmente, serem inseridos no mercado de trabalho”.

Para quem ficou interessado em acompanhar os trabalhos realizados na Escola Novo Mundo – Apae – basta se dirigir até a instituição de ensino, localizada na Rodovia Arnaldo Napoli, próximo aos Bombeiros Voluntários.

 

 

 



reginaldo-site.png













toninho.jpg

marcelo-site-ok.png
14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina