Regional de Saúde alerta para infestação do mosquito da Dengue

05 Dezembro 2017 00:06:00

Segundo a bióloga e coordenadora de zoonoses da regional de saúde, Sabrina Fernandes, esse alerta é em virtude a epidemia que houve em 2016 no Estado.

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA ADR TUBARÃO

Nesta segunda-feira, 04, o gerente regional de saúde, Everson Barbosa Martins, juntamente com as técnicas responsáveis pela zoonose realizaram um roteiro em todos os munícipios para sensibilizar prefeitos e secretários de saúde dos sete municípios da ADR de Tubarão, em relação às responsabilidades dos municípios no controle e vigilância do Aedes Aegypti. 

"Este ano nós já temos 57% de focos a mais do que nos anos anteriores, o prognóstico para a próxima temporada não nada animador. Estamos prestes a vivenciar epidemias de dengue, chikungunya e zika, então houve um chamado por parte da secretaria de estado da saúde para realizar este trabalho e sensibilizar os gestores", explica Sabrina.

Na região da regional de saúde todos os municípios já possuem um programa de controle e vigilância ao Aedes aegypti estruturado. Hoje o Litoral norte e Oeste de Santa Catarina são as regiões mais críticas em relação ao mosquito. "Em Tubarão nós temos três focos, em Jaguaruna um foco e na região da Amurel a situação mais crítica é em São Ludgero com 15 focos. Nós não temos transmissão das doenças pelo mosquito na nossa região, mas além dos órgãos públicos é preciso que o cidadão faça a sua parte e vistorie a casa onde mora e o trabalho, são 10 minutos por semana", destaca Sabrina.

O gerente regional de saúde, Everson Barbosa Martins, ressalta o trabalho que já é realizado pelas prefeituras. "Esse é um trabalho de reforço porque hoje os municípios já fazem uma vigilância, inclusive com armadilhas que trazem resultados contra o mosquito", afirma.





reginaldo-site.png













toninho.jpg

marcelo-site-ok.png
14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina