Cermoful apresenta resultado positivo em 2017

11 Janeiro 2018 01:01:00

Balanço contábil que será apresentado aos sócios até março, em assembleia geral, foi resumido na reunião.

FONTE: ASSESSORIA DE IMPRENSA CERMOFUL
Foto: Assessoria de Imprensa Cermoful


Após 11 meses de completo silêncio o Conselho de Administração da Cermoful resolveu falar. Na tarde desta quinta-feira, 21, os diretores e corpo técnico se reuniram com a imprensa local para esclarecer diversos assuntos que os sócios e os meios de comunicação vinham questionando durante o ano. Para surpresa dos jornalistas e comunicadores presentes a realidade da Cooperativa não é a que se ventila em bastidores, principalmente pelo grupo de oposição à atual administração.

O balanço contábil que será apresentado aos sócios até março, em assembleia geral, foi resumido na reunião. O ano de 2017 vai terminar com saldo positivo superior a R$ 500 mil e a projeção, detalhada em planilha, é que até 2020 a Cooperativa tenha todas as suas dividas quitadas. Conforme apresentado, atualmente a Cooperativa possui um passivo de R$ 39 milhões, incluindo as despesas mensais como compra de energia e fornecedores. "Tirando as despesas rotineiras, esse número cai para R$ 28 milhões, o que é um passivo grande, mas com esse planejamento vamos liquidar totalmente até o fim dessa gestão", explicou o presidente Ricardo Bittencourt.

Do montante de débitos estão inclusos o financiamento da subestação, pagamento de ICMS e Celesc. "A Cermoful vinha acumulando esses débitos há muito tempo, e essa gestão resolveu estancar o problema. Hoje, paga rigorosamente em dia os fornecedores e pode com certeza alcançar a meta de zerar seus débitos", disse o gerente administrativo, José Eduardo Lima.

Redução de custos

Para alcançar o objetivo de sanar as finanças, em 2017 a diretoria realizou importantes mudanças. O quadro de funcionários que já chegou a ter 70 profissionais está com 47. "E o mais importante é que a qualidade do atendimento continua a mesma", ressaltou o secretário Everton Meneghel.

A negativa de débitos com a Celesc e todas as instituições financeiras também foi apresentada na ocasião. Segundo o vice-presidente, Rudi Recco, o objetivo é mostrar ao associado que o caminho mais correto está sendo seguido. "A gente ouve de tudo, que temos dívidas de R$ 80 milhões, que a Celesc vai tomar a Cermoful e tantas outras coisas que nos deixam tristes, mas não podemos ficar dando importância para quem não quer o bem da Cermoful. O momento é de ainda mais trabalho e seriedade para cuidar do patrimônio do sócio", observou Recco.

Respostas

Outro assunto abordado pelos jornalistas foi sobre as solicitações feitas pelo conselho fiscal e se estas estavam sendo atendidas. Conforme o responsável pelo setor jurídico da Cermoful, Rafael Ribeiro, todas as solicitações obtiveram respostas. "Seguindo rigorosamente o estatuto o conselho de administração respondeu todos os questionamentos feitos durante o ano", comentou Ribeiro.

No encontro também foi falado sobre as questões jurídicas que envolvem a distribuidora. "Infelizmente tivemos denúncias no Ministério Público e outros órgãos, mas qualquer pessoa pode denunciar o que quiser que estes têm que aceitar e verificar. Nós estamos tranquilos e ainda não tivemos notificação de nada e se houver vamos esclarecer sem maiores problemas", observou o advogado, ressaltando que o próprio caso da Policia Federal investigando um deputado foi uma denúncia sem qualquer prova. "A Cooperativa não foi citada em nada e segue com seu planejamento normal", explicou.

O conselheiro Rogério Jacintho avalia que há uma tentativa de enfraquecer o nome da Cermoful com a ventilação de boatos e denúncias infundadas. "Nós somos em nove conselheiros, a comunidade nos conhece e sabe que entramos aqui para fazer o melhor e os números estão provando isso. Esse monte de mentira espalhado na internet e pela cidade, não vai ser mais forte do que a nossa vontade de trabalhar e as metas que queremos alcançar", destacou Jacintho.

Assembleia

Conforme os diretores, antes de reunir a imprensa, todos os números foram detalhados aos funcionários e vão ser apresentados aos associados na próxima assembleia. Ainda não há data para a publicação do edital, mas a Cooperativa tem até março para apresentar os números aos sócios.





reginaldo-site.png













toninho.jpg

marcelo-site-ok.png
14322344777940.png

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados | Associação dos Jornais do Interior de Santa Catarina